Explicando os diferentes tipos de tradução no Canadá

A preparação dos documentos que devem ser apresentados à imigração pode ser uma tarefa bastante estressante e demorada. Por isso, entender as exigências de tradução das instituições para as quais você está enviando seus papéis pode ajudar a tornar todo o processo muito mais eficiente. O problema é que, infelizmente, nem sempre isso é tão fácil.

As informações fornecidas pelos departamentos governamentais, instituições de ensino e associações profissionais podem ser escassas, inconsistentes e repletas de jargões jurídicos. O resultado disso é que, mesmo quando as exigências de tradução são bem apresentadas, a terminologia utilizada pode deixar você inseguro, sem ter certeza de que está realmente cumprindo todos os requisitos. Por isso, aprender a decodificar esta linguagem pode ajudá-lo a se sentir mais confiante quanto à escolha dos serviços de tradução corretos para atender às suas necessidades.

Para ajudar você com o seu processo, aqui vai uma lista com algumas terminologias de tradução comumente utilizadas:

 

Tradução oficial vs. Tradução juramentada (Official vs. Certified Translation)

A expressão “tradução oficial” é bastante presente nas exigências institucionais; mas, na verdade, esta é uma denominação vaga que não é legalmente ou institucionalmente reconhecida. Assim, o termo “oficial” se refere, na verdade, a uma tradução juramentada. Este tipo de tradução é realizado por um tradutor que é reconhecido como membro da associação reguladora dos tradutores da província. Em Ontário, por exemplo, o órgão responsável é a Association of Translators and Interpreters of Ontario (Associação de tradutores e intérpretes de Ontario – ATTIO – www.atio.on.ca). Todas as traduções juramentadas vêm acompanhadas por uma declaração do tradutor e por um carimbo ou selo contendo o nome e o número de filiação do profissional.

Para mais informações sobre os demais órgãos provinciais de regulação dos tradutores, por favor visite o site do Canadian Translators, Terminologist and Interpreters Council (CTTIC) (Conselho dos tradutores, terminológos e intérpretes do Canadá) (www.cttic.org).

 

Tradutores Profissionais vs. Juramentados 

Todos os tradutores juramentados são tradutores profissionais, mas, nem todos os tradutores profissionais são juramentados. Um tradutor juramentado tem que ser reconhecido como membro de uma ou mais associações reguladoras provinciais. Eu, por exemplo, sou membro certificado da ATIO, ATIA, OTTIAQ e STIBC, o que permite que minhas traduções possam ser submetidas aos departamentos governamentais e instituições acadêmicas em Ontário, Alberta, Quebec e Colúmbia Britânica.

Os tradutores juramentados devem concluir uma formação obrigatória mandatada pela província, também precisam ser aprovados em exames de admissão e certificação, além de fazer um juramento se comprometendo a fornecer traduções verdadeiras e fiéis. Após a conclusão destes requisitos, cada tradutor recebe um carimbo oficial ou selo contendo seu nome e seu número de adesão ao órgão regulador, que certifica a exatidão e a legalidade da tradução. Por conta de todas essas garantias, as traduções juramentadas são reconhecidas e aceitas pela maioria das instituições educacionais e órgãos governamentais, incluindo o CIC (Departamento de Imigração e Cidadania do Canadá).

 

Tradução autenticada (Notarized Affidavit)

Algumas instituições e programas solicitam uma notarized translation, ou seja, uma tradução acompanhada de um depoimento juramentado, assinado e carimbado por um advogado ou comissário de juramentos. A declaração é utilizada para verificar se a tradução do documento reflete com precisão o que está indicado em sua língua original. Leia com atenção todos os detalhes do que está sendo exigido, pois, muitas vezes, um reconhecimento de firma não é necessário se a tradução é feita por um tradutor juramentado. Escolhendo este profissional, você não só garante a precisão das suas traduções, mas também acaba economizando seu dinheiro. Confira no site do CIC.

É importante notar que a tradução autenticada só valida a assinatura do tradutor, mas não a precisão do conteúdo em si. Por isso, nem sempre as traduções autenticadas são aceitas por todas as instituições.

 

Tradução aprovada pelo ministério (Ministry-approved)

Alguns ministérios provinciais fazem exigências específicas para a emissão de documentos, tais como carteiras de motorista, o que pode ser verificado em seus respectivos websites. O Ministério dos Transportes de Ontário (Ontario Ministry of Transportation), por exemplo, exige que as carteiras de motorista sejam traduzidas por um tradutor “aprovado pelo ministério”, o que pode incluir tradutores de “embaixadas, consulados ou escritórios do Alto Comissariado não-canadenses, mas não inclui outros tradutores do país onde foi emitida a carteira”. As traduções juramentadas pela ATIO (Association of Translators and Interpreters of Ontario) são aceitas pelo Ministério dos Transportes. Por tudo isso, é muito importante que as traduções dos seus documentos satisfaçam as exigências da instituição à qual estão sendo submetidas. Se você não atentar para isso, você vai acabar tendo que submeter seus documentos a uma nova tradução, para então reenviá-los ao órgão em questão, o que resultará em uma grande perda de tempo e de dinheiro. Se você não tiver certeza das exigências ou precisar apresentar seus documentos a mais de uma instituição, é altamente recomendável que você recorra aos serviços de um tradutor juramentado. Se você tiver alguma dúvida, não hesite em me contatar pelo: info@lorettamurphytranslations.com.

 

For English version, please click here.

Para la versión en español, por favor haga clic aquí.

 

© 2016.  Loretta Murphy Translations. All Rights Reserved.

Leave a Reply

Your email address will not be published.